Aplicativos Móveis No Cuidado Em Saúde: Uma Revisão Integrativa

Palavras-chave: Aplicativos Móveis. Tecnologia em Saúde. Serviços de Informação. Equipamentos de Tecnologia e Software.

Resumo

Objetivo: Integrar o conhecimento produzido sobre a utilização de aplicativos móveis no cuidado em saúde. Método: Revisão integrativa da literatura que utilizou o operador boleano and com as seguintes combinações: pacientes and aplicativos moveis and assistência ao paciente; patients and mobile applications and patient care, nas bases de dados Scielo, Lilacs, Medline, Cinahal. Resultados: Os 11 artigos demonstraram que os aplicativos móveis estão relacionados com as dimensões viver bem com afecções crônicas (45%), realizar atividade de reabilitação (27%), acessar instruções e informações (18%), melhorar o atendimento em serviço de saúde (9%).  Conclusão: A utilização de tecnologias do tipo aplicativos móveis no cuidado em saúde é importante para a população. A utilização dessas tecnologias é um auxílio para se viver bem e com qualidade de vida e apoiam ações para monitorar, informar, reabilitar e acessar os serviços de saúde

Biografia do Autor

Lara Bezerra de Oliveira, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS

Mestranda em Enfermagem em Saúde Pública (ProENSP) pela Universidade do Estado do Amazonas-UEA, Possui graduação em enfermagem pela Universidade do Estado do Amazonas (2012). Atualmente é estatutária - Secretária Municipal de Saúde e estatutário - Secretária Estadual de Saúde do Amazonas. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase na saúde pública, vigilância epidemiológica, atenção primária a saúde (APS), tuberculose, central de material esterelizado, centro cirúrgico e supervisão administrativa.

Bianca Jardim Vilhena, Universidade do Estado do Amazonas

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade do Estado do Pará (2001). Atualmente é professor regime parcial do Centro Universitário Luterano de Manaus e professor adjunto da Universidade do Estado do Amazonas. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em GESTÃO EM SAÚDE, atuando principalmente nos seguintes temas: enfermagem, comunidade, gestão, educação em saúde e equipe.

Raquel Nascimento de Freitas, Universidade do Estado do Amazonas

Mestranda em Enfermagem em Saúde Pública pela Universidade do Estado do Amazonas-UEA. Possui graduação em enfermagem pela Universidade do Estado do Amazonas (2015). Pós graduada em saúde pública pela Centro de Pos Graduação (Avant 2016). Especialização em Enfermagem em Terapia Intensiva em andamento. Atualmente é enfermeira na Central Estadual de Transplantes - AM.

Zháyra Rhyldes Guimarães Bastos, Universidade do Estado do Amazonas

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Paulista (2010). Atualmente é temporário do Centro de Ensino Técnico, temporário do Centro Universitário Luterano de Manaus, temporário da Universidade do Estado do Amazonas e gestão de pessoas do HOSPITAL UNIVERSITARIO FRANCISCA MENDES. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem em Saúde da Criança e do Adolescente, atuando principalmente no seguinte tema: enfermagem assistencial hospitalar

Elizabeth Teixeira, Dra., Universidade do Estado do Amazonas

Sou natural do RJ. Fiz enfermagem entre 1977-1980 (UFRJ). Atuei como Enfermeira na Marinha 1981-1988. Fui Docente da Escola de Enfermagem Anna Nery-UFRJ 1988-1992. Residi no PA 1992-2015, RJ 2015-2017. Estou em Manaus desde janeiro de 2018. Especialista em Saúde Pública e Administração Hospitalar (1984, CEUB-DF), Livre Docente pela UNIRIO (1991). Mestrado em Educação pela UERJ(1993). Doutorado em Ciências: Desenvolvimento Sócio Ambiental pela UFPA(1999). Pós-Doutorado em Sociologia, 2002, com Boaventura de Sousa Santos, Universidade de Coimbra, Portuga; Pós-Doutorado Senior em Enfermagem,2013, na UERJ, com Denise Cristina de Oliveira. Membro da Comissão Consultiva de Enfermagem do Mercosul e Avaliadora de Cursos de Enfermagem (MEC-INEP). Fui Diretora de Educação da ABEn Nacional 2010-2013 e 2015-2018. Estudo e oriento pesquisas com ênfase na educação em saúde, educação em enfermagem e desenvolvimento participativo de tecnologias para o bem viver de pessoas que vivem com DCNT e DTI. Adoto majoritariamente abordagens qualitativas com ênfase nas metodologias participativas. Estou Líder da Rede de Estudos de Tecnologias Educacionais (RETE). Sou Professora Titular Aposentada da UEPA. Estou Professora Visitante da UEA..Docente Permanente do Mestrado Profissional - Enfermagem em Saúde Pública (PROENSP-UEA) e Mestrado Profissional em Saúde da Família (PROFSAUDE-UEA

Elielza Guerreiro Menezes, Dra., Universidade do Estado do Amazonas

Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC-UEA). Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Especialista em Unidade de Terapia Intensiva, Enfermagem do Trabalho e (Master Business Administration) MBA em Gestão e Docência do Ensino Superior. No campo Assistencial atuou na atenção primária e terciária por três anos. Trabalhou dois anos como supervisora pelo Ministério da Saúde, no Campo Educacional, foi docente por cinco anos na Laureate International Universities e supervisora de Estágio Curricular supervisionado e Aulas Práticas. Suas produções e interesses em Pesquisa estão voltados para os seguintes temas: Processo de Enfermagem (Diagnóstico NANDA-I), Tecnologia do cuidado, Sistemas de informação, informática em saúde enfermagem, Sistemas de informação em saúde, Aplicativos móveis na área da saúde, Construção e Validação de Tecnologias, Tecnologias emergentes, Persuasivas e Preditivas em saúde e educação, Infectologia e Clínica Médica, com amplo conhecimento nas normas e rotinas da Saúde do Trabalhador. Membro do Grupo Pesquisa Clínica, Tecnologias e Informática em Saúde e Enfermagem-GIATE. Vice coordenadora do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP-UEA). Membro da Comissão Permanente de Sistematização da Prática de Enfermagem (COMSISTE) ABEn Amazonas. Membro da NANDA International. Membro do Núcleo Docente Estruturante da Universidade do Estado do Amazonas (ESA-UEA). Membro da Câmara Técnica de Ensino e Pesquisa (COREN-AM). Atua no Curso de Graduação em Enfermagem e Coordenadora na Pós Graduação em Projeto Desenvolvimento & Inovação-PD&I na Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Docente Permanente do Mestrado Profissional em Enfermagem em Saúde Pública (PROENSP-UEA); Pesquisadora e Líder do Laboratório de Tecnologias em Saúde e Educação- LABTECS-ESA/UEA.

Cleisiane Xavier Diniz, Dra., Universidade do Estado do Amazonas

Graduada em Enfermagem pelo Centro Universitário Nilton Lins (2005) Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Luterana do Brasil -ULBRA/RS (2011) Doutora em Ciências pela Universidade de São Paulo - USP - Área: Geografia Humana (2017) Professora Adjunta da Escola Superior de Ciências da Saúde da Universidade do Estado do Amazonas (2006-atual). Professora do Programa de Mestrado Profissional em Enfermagem em Saúde Pública. Coordenadora do Departamento Cientifico de Enfermagem Gerontólogica ( DCEG-AM) Vice Coordenadora Estadual do SIG/RUTE de Terapia Intensiva e Enfermagem de Alta Complexidade. Membro do Laboratório de Pesquisa em Ciências da Saúde e Humanidades. Suplente do Conselho fiscal ABEn/AM ( gestão 2016-2019) Enfermeira Intensivista do Instituto de Enfermagem Terapia Intensiva do Amazonas ( IETI-AM) - (2009- atual) atuando no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio Pereira Machado Especialista nas áreas: -Enfermagem em Terapia Intensiva; -Enfermagem Cardiovascular; -Gerontologia e Saúde do Idoso. Atuando principalmente nos seguintes temas: cuidado em enfermagem no ciclo vital, cuidado domiciliar, saúde do Idoso, gerontologia, envelhecimento, capacidade funcional, mobilidade, quedas, pessoas com diabetes,uso de drogas, uso de substancias psicoativas, doenças cardiovasculares.

Amélia Nunes Sicsú, Dra., Universidade do Estado do Amazonas

Doutora em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação Enfermagem em Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP/USP). Foi bolsista do Programa RH_Doutorado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM). Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Graduada em Enfermagem e Normal Superior pela Universidade do Estado do Amazonas. Professor Adjunto da Escola Superior de Ciências da Saúde. Atua no ensino de graduação nas disciplinas: Fundamentos de Assistência ao Paciente e Trabalho de Conclusão de Curso. Atua nas linhas de pesquisa: Práticas, Saberes e Políticas de Saúde e Cuidado e Promoção da Saúde. Como pesquisadora integra o Grupo Interinstitucional de Pesquisa da Área Epidemiológico-Operacional em Tuberculose GEOTB, http://www.eerp.usp.br/geotb (certificado CNPq/2002) que atua de forma articulada à REDE-TB http://www.redetb.org/ e Laboratório de Pesquisa em Ciências da Saúde e Humanidades (LaPeCSH).Atua nos seguintes temas de pesquisa: atenção a tuberculose em pontos de Atenção da Rede de Saúde, avaliação de programas de controle de doenças na Atenção Primária à Saúde, Promoção e Educação em Saúde e estudos de métodos mistos

Publicado
2020-09-22
Como Citar
1.
de Oliveira L, Vilhena B, Freitas R, Bastos Z, Teixeira E, Menezes E, Diniz C, Sicsú A. Aplicativos Móveis No Cuidado Em Saúde: Uma Revisão Integrativa. REAID [Internet]. 22set.2020 [citado 25out.2020];93(31):e-20047. Available from: http://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/760
Seção
REVISÃO