Agravos sensíveis à atenção primária e os aspectos socio-sanitários de criança menores de dois anos

  • Anne Rafaela Sousa Ribeiro Escola de Saúde Pública do Ceará
  • Brena Shellem Bessa de Oliveira Universidade Federal do Ceará
  • Lara Leite de Oliveira Centro Universitário Católica de Quixadá
  • Emanuella Silva Joventino Melo Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Palavras-chave: Saúde da Criança, Atenção Primária a Saúde, Condições sociais

Resumo

Objetivo: Verificar associação entre os aspectos sócio-sanitários e os processos de adoecimentos por condições sensíveis à atenção primária (diarreia e pneumonia) em crianças menores de dois anos residentes de um município do Sertão Central do Ceará. Método: Estudo transversal realizado com 94 mães de crianças menores de dois anos nos meses de agosto a outubro de 2016. Realizaram-se entrevistas estruturadas e análise inferencial por meio dos testes de Qui-quadrado e Linear by linear. Resultados:  A diarreia mostrou-se associada com: água utilizada para beber (p=0,001), água utilizada para preparação dos alimentos (p=0,020) e contato com o chão/terra (p=0,011). Já a pneumonia associou-se com: tipo de moradia (p=0,007), forma como é feita a limpeza da casa (p=0,003), água utilizada para beber (p=0,027), tipo de esgoto (p<0,001), tipo de descarte do lixo (p=0,027), contato da criança no chão/terra (p=0,030), limpeza do chão antes das brincadeiras (p<0,001) e lavagem das frutas e verduras (p=0,006). Conclusão: Constatou-se que as condições sanitárias podem influenciar o desenvolvimento de condições sensíveis à atenção primária. Assim, os profissionais devem intervir nestas condições para melhor promoção da saúde da criança.

Biografia do Autor

Anne Rafaela Sousa Ribeiro, Escola de Saúde Pública do Ceará

Enfermeira. Especialista em Pediatria e Neonatologia. Residente em Saúde da Família e comunidade na Escola de Saúde Pública do Ceará. Quixadá. Ceará. Brasil. ORCID: 0000-0001-9625-5232

Brena Shellem Bessa de Oliveira, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem. Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Universidade Federal do Ceará. Fortaleza. Ceará. Brasil. ORCID: 0000-0001-6142-1421

Lara Leite de Oliveira, Centro Universitário Católica de Quixadá

Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem. Professora do Centro Universitário Católica de Quixadá. Quixadá. Ceará. Brasil. ORCID: 0000-0001-6102-6499

Emanuella Silva Joventino Melo, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. Redenção. Ceará. Brasil. ORCID: 0000-0001-9786-5059

Publicado
2020-08-31
Como Citar
RIBEIRO, A. R.; OLIVEIRA, B. S.; DE OLIVEIRA, L.; MELO, E. Agravos sensíveis à atenção primária e os aspectos socio-sanitários de criança menores de dois anos. Revista Enfermagem Atual In Derme, v. 93, n. 31, p. e-020018, 31 ago. 2020.
Seção
ARTIGO ORIGINAL