Perfil Epidemiológico de gestantes com determinantes de Near Miss

Palavras-chave: Gestação de Alto Risco; Near miss; Mortalidade materna; Enfermagem Obstétrica.

Resumo

Objetivo: descrever o perfil epidemiológico de gestantes de alto risco, com determinantes primários para near miss materno. Método: trata-se de um estudo quantitativo, realizado em uma instituição pública. A coleta de dados ocorreu nos meses de outubro de 2016 a agosto de 2017. Os dados foram compilados no programa SPSS® versão 20.0. A pesquisa foi aprovada com parecer: 1.757.596, CAAE: 59935716700005231. Resultados: participaram do estudo 319 mulheres, 70,5 % com idade de 20 a 35 anos, 58,6% da raça branca. Em relação as características obstétricas 38,2% eram primíparas, 52,0% dos casais não tinham planejado a gestação, 99,4 % realizaram o pré-natal e realizaram mais de seis consultas (92,5%), quanto a resolução da gestação 60, 2% foram realizados cesariana. Entre os determinantes primários de near miss predominou-se: hipertensão (55,5%) e infecção (16,9%), seguidos por distúrbios respiratórios (6,9%); neurológicos (6,5%); cardíacos (6,3%) e hemorrágicos ou de coagulação (4,4%); e entre os menos expressivos estão as disfunções: renais (2,5%) e hepáticas (0,9%). Conclusão: O estudo foi importante para conhecer as gestantes que apresentam determinantes primários para near miss e assim adequar a assistência. Neste sentido, ações para o entendimento da mulher na prevenção de riscos maternos e neonatais, devem ser elaboradas e estimuladas, almejando prevenção e promoção da saúde entre as mulheres.

Publicado
2021-01-21
Como Citar
1.
Andrade A, Medeiros F, Santos I, Lakoski M, Gomes N, Bernardy C, Cardelli A. Perfil Epidemiológico de gestantes com determinantes de Near Miss. REAID [Internet]. 21jan.2021 [citado 7mar.2021];95(33):e-21005. Available from: http://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/882
Seção
ARTIGO ORIGINAL