Sentimentos de Enfermeiras no Cuidado de Pessoas com Feridas Neoplásicas

Sentimentos de Enfermeiras no Cuidado de Pessoas com Feridas Neoplásicas


Débora Thaise Freires de Brito 1 Glenda Agra 2 Maria Vitória de Souza Medeiros 3 Irys Karla Cosmo Pereira 4 Elton de Lima Macedo 5 Fábia Letícia Martins de Andrade 6

Resumo

O objetivo é compreender os sentimentos de enfermeiras no cuidado de pessoas com feridas neoplásicas durante a realização do curativo. Trata-se de um estudo exploratório, de natureza qualitativa, realizado com 20 enfermeiras assistenciais de um hospital filantrópico da Paraíba que presta cuidados a pacientes com doença oncológica avançada. Os dados foram coletados no período de abril a junho de 2016, por meio de entrevistas norteadas por um roteiro semiestruturado, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Universitário Alcides Carneiro sob parecer n.º 1.320.367 e analisadas por meio da Técnica de Análise do Conteúdo de Bardin. Os discursos apontaram sentimentos positivos e negativos, percebidos durante a realização dos curativos, onde o sentimento tristeza obteve o maior percentual de respostas. Evidenciou-se que as enfermeiras desenvolvem habilidades empáticas diante do sofrimento do paciente, promovendo ações de solicitude com vistas ao conforto físico e psíquico do mesmo.

Palavras-chave: Oncologia; Enfermagem Oncológica; Neoplasias Cutâneas.