Processo de trabalho no transporte aeromédico: concepções de trabalhadores

Resumo

O estudo teve por objetivo analisar as concepções da equipe de um transporte aeromédico acerca do seu processo de trabalho. Trata-se de uma pesquisa qualitativa realizada com profissionais de um serviço de transporte aéreo vinculado ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência localizado no Sul do Brasil, selecionados intencionalmente, os quais foram submetidos à entrevista semiestruturada, cujos dados foram tratados pela análise de conteúdo. Participaram do estudo oito profissionais. Emergiram duas categorias: facilidades e dificuldades do trabalho. As facilidades surgem pelo bom relacionamento com a equipe de trabalho e com os serviços de saúde, as vantagens do serviço aeromédico e o sentimento de satisfação com a assistência prestada. As dificuldades estiveram relacionadas com a falta de recursos nas cidades em que este serviço presta atendimento, das desvantagens do serviço e dos sentimentos gerados nos atendimentos ao público infantil. Diante dos resultados, é necessário um olhar mais crítico por parte dos gestores sobre as particularidades do serviço, para que as facilidades sejam potencializadas e as dificuldades superadas.

Biografia do Autor

Anelise Bertolino Pereira

Mestre em Enfermagem pela Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Maria José Quina Galdino, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Doutora em Enfermagem. Professora no Setor de Enfermagem da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP).

Maynara Fernanda Carvalho Barreto, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Doutora em Enfermagem. Professora Colaboradora do Setor de Enfermagem da Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Júlia Trevisan Martins, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Enfermagem. Docente do Departamento de Enfermagem da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Publicado
2021-05-01
Como Citar
1.
Pereira A, Galdino M, Barreto M, Martins J. Processo de trabalho no transporte aeromédico: concepções de trabalhadores. REAID [Internet]. 1maio2021 [citado 16maio2021];95(34):e-21062. Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1011
Seção
ARTIGO ORIGINAL