Diagnósticos de Enfermagem em Pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave por SARS-CoV-2: relato de experiência

Palavras-chave: Enfermagem. Infecções por Coronavirus. Diagnóstico de Enfermagem. Terminologia Padronizada em Enfermagem. Unidades de Terapia Intensiva.

Resumo

O estudo tem como objetivo relatar a experiência do enfermeiro frente à identificação dos diagnósticos de enfermagem em pacientes adultos confirmados com síndrome respiratória aguda grave (SRAG) pelo SARS-CoV-2 na unidade de terapia intensiva (UTI) à luz das necessidades humanas básicas e na NANDA I. Trata-se de um relato de experiência sobre o processo de identificação dos diagnósticos de enfermagem baseados nas manifestações clínicas dos pacientes com COVID-19 internados na UTI de um hospital universitário na cidade de São Luís, Maranhão, nordeste brasileiro que ocorreu no período de 1 de abril de 2020 a 30 de junho de 2020. Os principais diagnósticos de enfermagem identificados foram: nutrição desequilibrada menor do que as necessidades corporais; risco de volume de líquido desequilibrado; diarreia e troca de gases prejudicada. Os resultados contribuem para uma melhor compreensão do enfermeiro frente aos cuidados adequados a estes pacientes baseados nos diagnósticos que subsidiarão as intervenções, propiciando ainda conhecimentos científicos para a enfermagem no tocante à COVID-19.

Biografia do Autor

Jordana Maria Freitas Alves, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Enfermeira. Mestranda em Enfermagem pela Universidade federal do Maranhão, São Luís Maranhão, Brasil.

Weslei Melo da Silva, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Enfermeiro. Mestrando em Enfermagem pela Universidade Federal do Maranhão. São Luís, Maranhão, Brasil.

Nair Portela Silva Coutinho, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Enfermeira. Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília. Docente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Maranhão. São Luís, Maranhão, Brasil.

Arlene de Jesus Mendes Caldas, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Enfermeira. Doutora em Patologia Humana pela Universidade Federal da Bahia. Docente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Maranhão. São Luís, Maranhão, Brasil.

Marcelino Santos Neto, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Farmacêutico pela Universidade Federal do Pará. Doutor em Ciências - Saúde Pública pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Petro. Docente do programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Maranhão, São Luís, Maranhão, Brasil

Ana Hélia de Lima Sardinha, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Enfermeira pela Universidade Federal do Maranhão. Doutora em Ciências Pedagógicas pelo Instituto Central de Ciências Pedagógicas ICCP-Cuba. Docente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Maranhão, São Luís, Maranhão, Brasil

Publicado
2021-05-29
Como Citar
1.
Alves JM, Silva W, Coutinho N, Caldas A, Neto M, Sardinha AH. Diagnósticos de Enfermagem em Pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave por SARS-CoV-2: relato de experiência. REAID [Internet]. 29maio2021 [citado 14jun.2021];95(34):e-21084. Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1041
Seção
RELATOS