INFLUÊNCIA DA REDE SOCIAL NA ANSIEDADE DO ADOLESCENTE E O PAPEL DA ENFERMAGEM: REVISÃO INTEGRATIVA

Palavras-chave: Ansiedade

Resumo

Objetivo: Identificar o papel da enfermagem frente a ansiedade do adolescente causada pelo uso excessivo das redes sociais. Método: revisão integrativa, com busca nos bancos de dados LILACS, BIREME, SciELO, e Google Acadêmico. Resultados: Foram selecionados 09 artigos, dentro do recorte temporal de 2016 a 2020, que levaram a discussão de três categorias: Ansiedade causada pela Influência das Redes Sociais; Identificação Precoce da Ansiedade; e Ações da Enfermagem para a Ansiedade. Considerações finais: É natural o desejo de expor nas redes sociais determinadas situações próprias com o objetivo de compartilhar objetivos alcançados, socializar informações e opiniões. Entretanto, assim como este compartilhamento pode encantar, pode trazer consigo a ansiedade, de receber mais, tornando as conexões virtuais fonte de desejo e ao mesmo tempo angústia, gerando dependência, perdendo-se a capacidade de aproveitar e gerenciar o tempo. Cabe aos profissionais de saúde a identificação do problema precocemente e encaminhamento ao setor responsável para a busca de mais qualidade de vida.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Eduardo Pereira de Lima, Universidade Federal Fluminense

Mestre em Ensino na Saúde, Assessor Técnico na Secretaria Municipal de Saúde do RJ e docente na Universidade Estácio de Sá. 

Angelo Vinicius Dias Primo, Universidade Castelo Branco

Graduando de Enfermagem da Universidade Castelo Branco. 

 

Publicado
2021-07-31
Como Citar
1.
Lima ME, Primo AV. INFLUÊNCIA DA REDE SOCIAL NA ANSIEDADE DO ADOLESCENTE E O PAPEL DA ENFERMAGEM: REVISÃO INTEGRATIVA. REAID [Internet]. 31jul.2021 [citado 18set.2021];95(35):e-21107. Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1109
Seção
ARTIGO DE REVISÃO