SISTEMA DE IDENTIFICAÇÃO DO PACIENTE:

ESTUDO OBSERVACIONAL DA QUALIDADE DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE

Palavras-chave: Assistência ao paciente, qualidade da assistência à saúde, estudo observacional, segurança do paciente, sistema de identificação de pacientes

Resumo

Objetivo: Avaliar as condições de uso da pulseira de identificação em pacientes internados em unidades de internação de um hospital universitário, conforme protocolo estabelecido. Método: trata-se de um estudo descritivo, observacional, com abordagem quantitativa. O instrumento de coleta foi estruturado com base no Procedimento Operacional Padrão elaborado pelo hospital em estudo de acordo com o Protocolo de Identificação do Paciente do Ministério da Saúde. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva simples como distribuição de frequências absolutas, porcentagens simples e medidas de tendência central para os dados relacionados à pulseira de identificação. Resultados: Observou-se que dos 340 pacientes entrevistados, 90,6% (307) encontravam-se com a pulseira de identificação da instituição. Quanto à verificação dos dados constantes na pulseira antes de qualquer cuidado, 56,2% relataram que os profissionais não verificam a pulseira. Conclusão: Os resultados desta pesquisa mostram que ainda existem falhas durante o processo de identificação. Assim, faz-se necessária a sensibilização da equipe multiprofissional para o cumprimento do protocolo em todas as suas etapas, a conferência dos dados de identificação do paciente por meio da verificação da pulseira antes dos procedimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-09-14
Como Citar
1.
Pierot E, Silva Dantas Avelino F, Santos Ferreira M do C, Martins Mendes P, Moura de Abreu I. SISTEMA DE IDENTIFICAÇÃO DO PACIENTE:. REAID [Internet]. 14set.2021 [citado 18set.2021];95(35):e-21130. Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1180
Seção
ARTIGO ORIGINAL