ANÁLISE DOS RISCOS DA SÍNDROME DE BURNOUT NOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM DA ATENÇÃO PRIMÁRIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2022-v.96-n.38-art.1338

Palavras-chave:

Esgotamento Profissional; Profissionais de Enfermagem; Enfermagem do Trabalho; Saúde do Trabalhador; Atenção Primária à Saúde

Resumo

Objetivo: identificar os fatores de risco para o desenvolvimento da Síndrome de Burnout entre os profissionais de enfermagem atuantes na Atenção Primária à Saúde. Método: estudo descritivo exploratório, realizado nas unidades de Atenção Primária de um município do estado do Ceará, Brasil. Os dados coletados foram divididos em três categorias: cansaço emocional; despersonalização e realização pessoal; organizados em planilhas eletrônicas no Microsoft Excel e analisadas descritivamente. Resultados: dentre os fatores de risco, foi evidenciado que os profissionais acreditam que poderiam fazer mais pelas pessoas assistidas (21,6%) e sentem-se esgotados quando chega ao final do turno de trabalho (21,6%). Conclusão: existe a necessidade de analisar as condições de trabalho dos profissionais de enfermagem atuantes na atenção primária, pois estão inseridos em um ambiente com diversos fatores de risco para a Síndrome de Burnout, bem como implementar estratégias voltadas para a promoção da saúde ocupacional desses indivíduos, no intuito de fornecer uma melhor qualidade de vida e satisfação no ambiente laboral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisca Simone Pereira do Nascimento, Faculdade Nordeste- FANOR

Enfermeira graduada pela FACULDADE NORDESTE (2013)- FANOR. 

Edmara Chaves Costa, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Graduada em Medicina Veterinária (FAVET-UECE), especialização em Pesquisa Científica (CCT-UECE), mestrado em Saúde Pública (CMASP/UECE), doutorado pelo Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias da Universidade Estadual do Ceará (PPGVC/UECE) e pós-doutorado pelo Plano Nacional de Pós-Doutorado (PNPD-CAPES-Renorbio/UECE). Atualmente, é professora Adjunta IV da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB).

Aline Cruz dos Santos, Universidade Federal do Ceará

Enfermeira pela Universidade Federal do Ceará (UFC-2015). Especialista em Enfermagem do Trabalho pela Universidade Estadual do Ceará (2016).

Terezinha Almeida Queiroz, Universidade Estadual do Ceará

Enfermeira pela UECE. Doutora em Cuidados Clínicos em Saúde pela UECE. Mestre em enfermagem pela UFC. Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica pela UECE. Especialista em Gerontologia pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. 

Samara dos Reis Nepomuceno, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Enfermeira pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira(UNILAB)-2018. Mestranda em Enfermagem pela UNILAB. Pós-graduanda em Enfermagem do Trabalho pela Faculdade Venda Nova do Imigrante (FAVENI).

Publicado

2022-05-02

Como Citar

1.
Nascimento FSP do, Paiva JS, Costa EC, Santos AC dos, Queiroz TA, Nepomuceno S dos R. ANÁLISE DOS RISCOS DA SÍNDROME DE BURNOUT NOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM DA ATENÇÃO PRIMÁRIA. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 2º de maio de 2022 [citado 16º de maio de 2022];96(38):e-021230. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1338

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL