EFEITO DA TERAPIA FOTODINÂMICA EM FERIDAS AGUDAS E CRÔNICAS: REVISÃO DE ESCOPO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2022-v.96-n.38-art.1360

Palavras-chave:

Cicatrização; Lesões; Fotoquimioterapia; Infecção dos Ferimentos; Terapia com Luz de Baixa Intensidade

Resumo

Objetivo: Sintetizar as evidências disponíveis na literatura científica sobre a utilização da terapia fotodinâmica no reparo tecidual de feridas agudas ou crônicas entre pacientes adultos Método: trata-se de uma revisão de escopo, que incluiu investigações cuja amostra foi composta por pacientes com idade superior a 18 anos, submetidos a terapia fotodinâmica em feridas agudas ou crônicas. Excluíram-se artigos científicos que abordaram crianças, animais e in vitro, terapia em lesões tumorais, córnea e bucal. Para a seleção dos artigos foram consultadas as bases LILACS, MEDLINE e IBECS, sem limitação do período inicial até abril de 2021. Resultados: Dos 15 artigos incluídos, (66,6%) referiu-se à avaliação da redução da carga bacteriana das lesões crônicas ou infectadas. Dentre os relatos científicos que abordaram o uso da terapia em lesões crônicas infectadas, foi verificada redução significativa da carga bacteriana de microrganismos. Conclusão: Os estudos são de baixo nível de evidência metodológica. Entretanto, foi possível observar que a terapia fotodinâmica é um método que não ocasiona resistência aos microrganismos e possui ação específica nos tecidos desvitalizados, sem danificar as células saudáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-05-05

Como Citar

1.
Domingues EAR, Urizzi F, Souza FR de. EFEITO DA TERAPIA FOTODINÂMICA EM FERIDAS AGUDAS E CRÔNICAS: REVISÃO DE ESCOPO. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 5º de maio de 2022 [citado 16º de maio de 2022];96(38):e-021243. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1360

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO