IMPACTOS DA PANDEMIA COVID-19 NOS CUIDADOS E NA SAÚDE BUCAL DE CRIANÇAS NA PERSPECTIVA DOS PAIS

Autores

  • Letícia Pereira Felipe Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
  • Maria Jocelane Nascimento da Silva Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira https://orcid.org/0000-0003-1764-7460
  • Patrícia Freire de Vasconcelos Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira https://orcid.org/0000-0002-6158-9221
  • Ana Caroline Rocha de Melo Leite Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira https://orcid.org/0000-0002-9007-7970
  • Emanuella Silva Joventino Melo Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira https://orcid.org/0000-0001-9786-5059
  • Maria Rayssa do Nascimento Nogueira Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira https://orcid.org/0000-0003-0355-5901

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2022-v.96-n.38-art.1375

Palavras-chave:

Saúde Bucal; Saúde da Criança; COVID-19; Enfermagem Pediátrica.

Resumo

Objetivo: identificar o impacto da Doença Coronavírus 19 (COVID-19) na saúde bucal de crianças na perspectiva dos cuidados dos pais. Método: trata-se de uma revisão integrativa da literatura realizada nas bases de dados PubMed, Scopus, Embase, Web of Science e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, realizada em setembro de 2021. foram utilizados os descritores controlados em inglês “child”, “COVID-19” e “oral health”, associados ao operador booleano “AND”. Utilizou-se a seguinte questão norteadora: “Qual o impacto da Doença Coronavírus 19 (COVID-19) na saúde bucal de crianças na perspectiva dos cuidados dos pais?” construída a partir da estratégia PICO. Resultados: a amostra foi composta por oito artigos, em língua inglesa, sendo a maioria indexados na PubMed. Deste modo, como principal impacto da COVID-19 na perspectiva dos pais quanto a saúde bucal de crianças foi a defasagem acerca do atendimento odontológico, relacionado principalmente ao risco de infecção percebido pelos pais e a dor dentária em crianças, assim como alterações negativas quanto a hábitos alimentares e de higiene bucal. Conclusões: a pandemia da COVID-19 evidenciou impactos importantes na saúde bucal de crianças, implicações acerca do atendimento odontológico, relacionado principalmente percepção risco de infecção pelos pais, a dor dentária, bem como repercussões negativas nos hábitos alimentares e de higiene bucal. Assim, torna-se importante evidenciar e discutir o perfil desses impactos na saúde infantil, para melhorar o manejo dos agravos potenciais durante a pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Jocelane Nascimento da Silva, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira

 

Patrícia Freire de Vasconcelos, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira

Ana Caroline Rocha de Melo Leite, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira

 

Emanuella Silva Joventino Melo, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira

 

 

Maria Rayssa do Nascimento Nogueira, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira

 

 

Publicado

2022-05-11

Como Citar

1.
Felipe LP, Silva MJN da, Vasconcelos PF de, Leite ACR de M, Melo ESJ, Nogueira MR do N. IMPACTOS DA PANDEMIA COVID-19 NOS CUIDADOS E NA SAÚDE BUCAL DE CRIANÇAS NA PERSPECTIVA DOS PAIS. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 11º de maio de 2022 [citado 16º de maio de 2022];96(38):e-021247. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1375

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO