CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE EM MATERNIDADES: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Janaina Maciel de Queiroz UERN
  • Kalyane Kelly Duarte de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Thaina Jacome Andrade de Lima UFRN
  • Maria Valéria Chaves de Lima Universidade do Estado do Rio Grande do Norte- UERN

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2022-v.96-n.39-art.1416

Palavras-chave:

Segurança do Paciente, Maternidades, Cultura Organizacional, Gestão da Segurança, Serviços de Saúde Materno-Infantil.

Resumo

Objetivo: Este estudo tem o objetivo caracterizar a cultura de segurança do paciente em maternidades e os instrumentos e métodos utilizados baseado na literatura. Método: Trata-se de uma revisão integrativa de abordagem qualitativa, após busca nas bases de dados Medline via Pubmed, Embase e BVS, foram selecionados 11 estudos para compor esta revisão. Resultados: As principais ferramentas utilizadas para medir a Cultura de Segurança do Paciente (CSP) foram o instrumento validado HSOPSC, o SAQ, e um estudo utilizou além dele, entrevista aberta para compor os dados qualitativos, sendo o único com uso de métodos mistos. Foi possível avaliar que dos onze estudos, nove identificaram em seus resultados uma cultura de segurança com aspectos negativos ou neutros na maioria de seus domínios, de acordo com seus instrumentos de análise. Os pontos mais importantes identificados pelos estudos, com fator negativo que exigem melhorias foram: a alta carga e condições de trabalho; percepção e relação com a gerência; respostas não punitivas aos erros; comunicação de eventos adversos; clima de segura; percepção de estresse; transferências internas e passagem de plantão e na comunicação. Considerações finais: Foi possível evidenciar que estes serviços ainda apresentam uma cultura tímida, punitiva, e com muitas áreas que necessitam de melhorias. E que ações e intervenções que possam capacitar os profissionais para a melhoria da assistência e do ambiente de trabalho produzem melhorias na CSP

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kalyane Kelly Duarte de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Enfermeira, Professora Dra. da Universidade Federal do Rio Grande do Norte-UFRN,

Thaina Jacome Andrade de Lima, UFRN

Enfermeira Bacharel e Licenciada pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN, Campus Avançado de Pau dos Ferros- CAPF. Especialista em Enfermagem do Trabalho pela FAECH/FABRAS. Pós Graduanda em Enfermagem em Saúde Pública pela DNA. Mestranda da Universidade Federal do RIo Grande do Norte- UFRN

Maria Valéria Chaves de Lima, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte- UERN

Enfermeira Bacharel e Licenciada pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN

Publicado

02-08-2022

Como Citar

1.
Maciel de Queiroz J, de Oliveira KKD, Andrade de Lima TJ, de Lima MVC. CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE EM MATERNIDADES: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 2º de agosto de 2022 [citado 10º de agosto de 2022];96(39):e-021277. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1416

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO