COMUNICAÇÃO E ENTRAVES NO PROCESSO DE TRABALHO DAS EQUIPES DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2023-v.97-n.4-art.1721

Palavras-chave:

Comunicação, Barreiras de Comunicação, Emergências, Assistência ao Paciente, Atenção à Saúde

Resumo

Objetivo: conhecer a vivência de profissionais dos serviços de atendimento pré e intra-hospitalar acerca dos entraves na comunicação. Método: estudo qualitativo e descritivo, realizado com trinta e dois profissionais de serviços de urgência. A coleta dos dados foi realizada entre outubro de 2020 a fevereiro de 2021, por entrevista semiestruturada, sendo os dados analisados por Análise de Conteúdo Temática. Resultados: os profissionais identificam que a comunicação entre os serviços não é efetiva, o que compromete a qualidade dos atendimentos prestados à população, frisando com isso a importância da criação de cursos de capacitação, reposição e disponibilidade de materiais e novos protocolos assistenciais. Considerações finais: trouxe o reconhecimento da problemática que é de grande relevância, destacando a desvalorização do processo de comunicação e que há falta de estudos que discutam essa problemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávia Emília Cavalcante Valença Fernandes, Universidade de Pernambuco - Campus Petrolina

Enfermeira, doutora em inovação terapêutica, docente do colegiado de enfermagem.

Lara Sibelly Ribeiro Coqueiro, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Discente de enfermagem. 

Danielly Coelho de Melo, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Enfermeira.

Mariane Cardoso Carvalho, Universidade de Pernambuco - Campus Petrolina

Discente de enfermagem.

Referências

Silva AB, Lopes GM, Batista KMP, Castro MCS. A Educação Permanente em Saúde no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Sustirene Rev Saúde Educação [Internet]. 2018 [cited 2021 Mar 20];6(1):63-8. Available from: https://doi.org/10.12957/sustinere.2018.31266.

Miguel EA, Albiero ALM, Alves RN, Bicudo AM. Trajetória e Implementação de Disciplina Interprofissional para Cursos da Área de Saúde. Interface comunicação, saúde e educação [Internet]. 2018 [cited 2021 Abr 19]; 22(2):1763-76. Available from: https://doi.org/10.1590/1807-57622017.0576.

O’Dwyer G, Konder MT, Reciputti LP, Macedo C, Lopes MGM. O Processo de Implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência no Brasil: estratégias de ação e dimensões estruturais. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2017 [cited 2021 Abr 16]; 33(7). Available from: https://doi.org/10.1590/0102-311X00043716.

Batista REA, Peduzzi M. Prática Interprofissional Colaborativa no Serviço de Emergência: atribuições privativas e compartilhadas dos fisioterapeutas. Interface comunicação, saúde e educação [Internet]. 2018 [cited 2021 Abr 01]; 22(2): 1685-95. Available from: https://doi.org/10.1590/1807-57622017.0755.

Santos RO. A importância da comunicação no processo de liderança. Rev. Adm. Saúde [Internet]. 2018 [cited 2021 Abr 01]. 18(72). Available from: https://doi.org/10.23973/ras.72.128.

Konder M, O’Dwyer G. As Unidades de Pronto Atendimento como Unidades de Internação: fenômenos do fluxo assistencial na rede de urgências.

Physis [Internet]. 2019 [cited 2021 Abr 16]; 29(2). Available from: https://doi.org/10.1590/S0103-73312019290203.

Lima VV, Ribeiro ECO, Padilha RQ, Junior CAM. Desafios na Educação de Profissionais de Saúde: uma abordagem interdisciplinar e interprofissional. Interface comunicação, saúde e educação [Internet]. 2018 [cited 2021 Mar 29]; 22(2): 1549-62. Available from: https://doi.org/10.1590/1807-57622017.0722.

Fontanella BJB, Ricas J, Turato ER. Amostragem por Saturação em Pesquisas Qualitativas em Saúde. Cad Saúde Pública [Internet]. 2008 [cited 2021 mar 20]; 24(1): 17-27.

Bardin L. Análise de Conteúdo. São Paulo: e. 70; 2011. 229p.

Griggio AP, Mininel VA, Silva JAM. Planejamento de uma Atividade de Educação Interprofissional para as Profissões da Saúde. Interface comunicação, saúde e educação [Internet]. 2018 [cited 2021 Mar 30]; 22(2):1799-809. Available from: https://doi.org/10.1590/1807-57622017.0831.

Fernandes HKP, Ribeiro MA. Cultura de Segurança do Paciente nos Serviços de Atendimento às Urgências e Emergências nas Redes de Atenção à Saúde. Rev Med Minas Gerais [Internet]. 2018 [cited 2021 abr 13]. Available from: https://doi.org/10.5935/2238-3182.20180157.

Oliveira MA, Brito EMN, Oliveira SS. Diálogos Sobre Trabalho e Saúde: análise da movimentação interativa nos blogs dos bombeiros do Rio de Janeiro, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva [Internet]. 2018 [cited 2021 Abr 06]; 28(10): 3297-07. Available from: https://doi.org/10.1590/1413-812320182310.16392018.

Toldrá RC, Ramos LR, Almeida MHM. Em Busca de Atenção em Rede: contribuições de um programa de residência multiprofissional no âmbito hospitalar. Cad. Bras. Ter. Ocup [Internet]. 2019 [cited 2021 Abr 09]; 27(3): 584-592. Available from: https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAO1670.

Silva KCI, Amorim MA. Consulta Pré-Operatória de Enfermagem e a Percepção do Paciente Frente à Cirurgia. [trabalho de conclusão de curso]. [Ceilândia]: Instituto de Educação Superior de Brasília; 2017. 33 f.

Hermida PMV, Nascimento ERP, Echevarria-Guanilo ME, Vituri DW, Martins SR, Barbosa SS. Responsividade do Acolhimento com Classificação de Risco: avaliação dos usuários em unidade de pronto atendimento. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2019 [cited 2021 Abr 13]; 28(e20170480). Available from: https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2017-0480.

Capozzolo AA, Casetto SJ, Nicolau SM, Junqueira V, Gonçalves DC, Maximino VS. Formação Interprofissional e Produção do Cuidado: análise de uma experiência. Interface comunicação, saúde e educação [Internet]. 2018 [cited 2021 Abr 12]; 22 (2):1675-84. Available from: https://doi.org/10.1590/1807-57622017.0679.

Ferro D, Zacharias FCM, Fabriz LA, Schonholzer TE, Valente SH, Barbosa SM et al. Absenteísmo na Equipe de Enfermagem em Serviços de Emergência: implicações na assistência. Acta Paul Enferm [Internet]. 2018 [cited 2021 Abr 06]; 31(4): 399-408. Available from: https://doi.org/10.1590/1982- 0194201800056.

Almeida PMV, Dell'Acqua MCQ, Cyrino CMS, Juliani CMCM, Palhares VC, Pavelqueires S. Análise dos atendimentos do SAMU 192: Componente Móvel da Rede de Atenção às Urgências e Emergências. Esc Anna Nery [Internet]. 2016 [cited 2021 Abr 12]; 20(2): 289-95. Available from: https://doi.org/10.5935/1414-8145.20160039.

Cavalcanti FOL, Guizardi FL. Educação Continuada ou Permanente em Saúde? Análise da Produção Pan-Americana da Saúde. Trab. Educ. Saúde [Internet]. 2018 [cited 2021 Abr 19]; 16 (1). Available from: https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00119.

Laprovita D. Núcleo de Educação em Urgência na Lógica da Educação Permanente: serviço de atendimento pré-hospitalar móvel [dissertação]. [Niterói]: Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa. Universidade Federal Fluminense; 2017. 147 f.

Publicado

06-10-2023

Como Citar

1.
DE MELO RA, Cavalcante Valença Fernandes FE, Ribeiro Coqueiro LS, Coelho de Melo D, Cardoso Carvalho M. COMUNICAÇÃO E ENTRAVES NO PROCESSO DE TRABALHO DAS EQUIPES DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 6º de outubro de 2023 [citado 28º de maio de 2024];97(4):e023187. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1721

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL