O TRABALHO E A FORMAÇÃO EM SALA DE VACINA: A PERCEPÇÃO DAS TÉCNICAS EM ENFERMAGEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2024-v.98-n.2-art.2098

Palavras-chave:

Papel do profissional de enfermagem, Percepção, Imunização, Vacinação, Educação continuada

Resumo

Introdução: A Técnica em enfermagem exerce um papel central no bom funcionamento das salas de vacinação, tornando-se crucial conhecer a rotina desse contexto de trabalho, sob sua perspectiva. Objetivo: Compreender o cotidiano de trabalho e formação da equipe de enfermagem nas salas de vacina sob a percepção das Técnicas em Enfermagem. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório com abordagem qualitativa, realizado nas salas de vacina da zona urbana da região sul de Teresina-Piauí. Participaram da pesquisa 15 Técnicas em enfermagem que trabalham nas salas de vacina que foram escolhidas de forma não aleatória por conveniência. A coleta de dados aconteceu no período de julho a agosto de 2021, por meio de entrevista semiestruturada. Resultados: Os achados deste estudo demonstraram que as técnicas em enfermagem desempenham contribuições valorosas nas salas de vacina, atuando em aspectos estruturais, organizacionais, operacionais e educacionais, no que se refere a manipulação adequada de imunobiológicos e ambientação apropriada destes setores. Além disso, pode-se conhecer mais sobre a atuação da Enfermeira nas salas de vacina, delimitando-se os déficits e contribuições relacionados a supervisão desta profissional. Considerações Finais: Através deste estudo pode-se constatar que os cuidados realizados pelas Técnicas em Enfermagem estão de acordo com as orientações previstas pelo Ministério da Saúde. Entretanto, é importante que a Enfermeira atue de forma mais presente nestas salas, contribuindo para melhorar o processo de trabalho em sala de vacina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Li X, Mukandavire C, Cucunubá ZM, Londono SE, Abbas K, Clapham HE, et al. Estimating the health impact of vaccination against ten pathogens in 98 low-income and middle-income countries from 2000 to 2030: a modelling study. Lancet.;2021;397(10272):398-408. doi:10.1016/S0140-6736(20)32657-X. DOI: https://doi.org/10.1016/S0140-6736(20)32657-X

Domingues CMAS, Maranhão AGK, Teixeira AM, Fantinato FFS, Domingues RAS, et al. 46 anos do Programa Nacional de Imunizações: uma história repleta de conquistas e desafios a serem superados. Cad. Saúde Pública. 2020;36(2):e00222919. doi:10.1590/0102-311X00222919. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00222919

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de Rede de Frio do Programa Nacional de Imunizações. 5 ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2017.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de Normas e Procedimentos para Vacinação. 1 ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2014.

Silva MRB, Oliveira, RB, Silva HCDA, Medeiros CS, Cunha AL, Messias CM. Imunização: O conhecimento e práticas dos profissionais de enfermagem na sala de vacina. Nursing. 2020;23(260):3533-3536. doi:10.36489/nursing.2020v23i260p3533-3536. DOI: https://doi.org/10.36489/nursing.2020v23i260p3533-3536

Silva BS, Souza KC, Souza RG, Rodrigues SB, Oliveira VC, Guimarães EAA. Condições de estrutura e processo na implantação do Sistema de Informação de Imunização do Brasil. Rev. bras. enferm. 2020;74(4):e20180939. doi:10.1590/0034-7167-2018-0939. DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0939

Soares SSS, Souza NVDO, Varella TCMM, Andrade KBS, Pereira SRM, Carvalho EC. Protagonismo da enfermagem na vacinação contra a covid-19 versus irregularidades contestáveis: estudo descritivo-exploratório. Online braz. j. nurs. 2022;21(suppl 2):e20226558. doi:10.17665/1676-4285.20226558. DOI: https://doi.org/10.17665/1676-4285.20226558

Santos TS, Bragagnollo GR, Tavares CM, Papaléo LK, Carvalho LWT, Camargo RAA. Qualificação profissional de enfermeiros da atenção primária à saúde e hospitalar:

um estudo comparativo. Rev. cuid. 2020;11(2):e786. doi: 10.15649/cuidarte.786. DOI: https://doi.org/10.15649/cuidarte.786

Oliveira VC, Gallardo MDPS, Cavalcante RB, Arcêncio RA, Pinto IC. Weaknesses of vaccine storage in Primary Healthcare Centers. Rev. bras. enferm. 2015;68(2):291-6. doi: 10.1590/0034-7167.2015680215i. DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167.2015680215i

Nascimento LCN, Souza TV, Oliveira ICS, Moraes JRMM, Aguiar RCB, Silva LF. Theoretical saturation in qualitative research: an experience report in interview with schoolchildren. Rev. bras. enferm. 2018;71(1):228-33. doi:10.1590/0034-7167-2016-0616. DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0616

Birochi R. Metodologia de estudo e pesquisa em administração. 1 ed. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração, 2017.

Minayo MCS, Costa AP. Fundamentos teóricos das técnicas de investigação qualitativa. Revista Lusófona de Educação [Internet]. 2018;40(40):139-53. Disponível em: https://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/article/view/6439.

Gonçalves DTA, Viegas SMF, Rennó HM, Oliveira VJ, Guimarães EAA, Carvalho HRJ et al. Conservação de vacinas: o olhar da equipe de enfermagem. Av. enferm. 2021;39(2): 178-87. doi:10.15446/av.enferm.v39n2.86299. DOI: https://doi.org/10.15446/av.enferm.v39n2.86299

Cunha CX, Lima TJA, Lima MVC, Oliveira KKD, Santos. Sala de vacina: organização dos imunobiológicos e práticas profissionais. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. ago. 2020 [citado outubro de 2023];93(31):e-02002. DOI:10.31011/reaid-2020-v.93-n.31-art.718. DOI: https://doi.org/10.31011/reaid-2020-v.93-n.31-art.718

Patine FS, Lourenção LG, Wysocki AD, Santos MLSG, Rodrigues IC, Figueiredo SH. Análise da perda de vacinas por alteração de temperatura. Rev. bras. enferm. 2021;74(1):e20190762. doi:10.1590/0034-7167-2019-0762.

Cunha JO, Bispo MM, Farias LHS, Silva GM, Menezes AF, Santos AD. Análise das unidades de vacinação públicas do município de Aracaju-Se. Enferm. Foco. 2020;11(3):136-43. doi:10.21675/2357-707X.2020.v11.n2.2791. DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2020.v11.n2.2791

Patine FS, Lourenção LG, Wysocki AD, Santos MLSG, Rodrigues IC, Vendramini SHF. Análise da perda de vacinas por alteração de temperatura. Rev. bras. enferm. 2021;74(1):e20190762. doi:10.1590/0034-7167-2019-0762. DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2019-0762

Canêjo MIM, Silva TML, Lima APE. Registros de enfermagem nas consultas em puericultura. Enferm Foco. 2018;12(2):216-22. doi:10.21675/2357-707X.2021.v12.n2.3383 DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2021.v12.n2.3383

Medeiros SG, Neto AVL, Saraiva COPO, Barbosa ML, Santos VEP. Avaliação da segurança no cuidado com vacinas: construção e validação de protocolo. Acta Paul. Enferm. 2019;32(1):53-64. doi:10.1590/1982-0194201900008. DOI: https://doi.org/10.1590/1982-0194201900008

Teixeira TBC, Raponi MBG, Felix MMS, Ferreira LA, Barichello E, Barbosa MH. Avaliação da segurança do paciente em salas de vacinação. Texto & contexto enferm. 2021;30:e20200126. doi:10.1590/1980-265X-TCE-2020-0126. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-265x-tce-2020-0126

Barroso HH, Miranda JGVP, Cruz MJB, Santos FA, Rodrigues CM. Estratégia de saúde familiar no Brasil: análise microbiológica na sala de vacinação. Ref. Enf. Ref. 2020;5(1):e19080. doi:10.12707/RIV19080. DOI: https://doi.org/10.12707/RIV19080

Martins TJ, Viegas SMF, Oliveira VC, Lanza MF. O quotidiano na sala de vacinação: vivências de profissionais de enfermagem. Av. enferm. 2019;37(2):1908-207. doi: 10.15446/av.enferm.v37n2.73784. DOI: https://doi.org/10.15446/av.enferm.v37n2.73784

Martins JRT, Viegas SMF, Oliveira VC, Rennó HMS. A vacinação no cotidiano: vivências indicam a Educação Permanente. Esc. Anna Nery. 2019;23(4):e20180365. doi:10.1590/2177-9465-EAN-2018-0365. DOI: https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2018-0365

Pereira MAD, Lima BC, Donini DA, Oliveira VC, Gontijo TL, Renno HMS. Gerenciamento de enfermagem em sala de vacina: desafios e potencialidades. Rev. Enferm. UFSM. 2019;9(e32):1-18. doi:10.5902/2179769233279. DOI: https://doi.org/10.5902/2179769233279

Publicado

01-05-2024

Como Citar

1.
Vivia Barros da Silva, João Caio Silva Castro Ferreira, Francisco José de Araújo Filho, Barros Ibiapina JP, Cardozo Soares AC, Martins de Deus Leal SR. O TRABALHO E A FORMAÇÃO EM SALA DE VACINA: A PERCEPÇÃO DAS TÉCNICAS EM ENFERMAGEM. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 1º de maio de 2024 [citado 27º de maio de 2024];98(2):e024304. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/2098

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL