A Importância da Equipe Multiprofissional para a recuperação da criança com fenda labiopalatina

The Importance of the Multiprofessional Team for the recovery of children with cleft lip and palate

  • Carla Alves Andrade Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires
  • Mylena Costa Rodrigues Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires
  • Walquiria Lene Santos Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires
Palavras-chave: Crinaça, Malformação, Lábio Leporino, Palato

Resumo

Introdução: Relato de caso de uma criança que nasceu com fenda labiopalatal. Uma alteração que atinge cerca de 1 a cada 800 crianças, podendo ocorrer por diversos fatores incluindo fatores genéticos e o uso de álcool e drogas feito pela mãe durante o período gestacional. Objetivo: Descrever a trajetória de uma criança que nasceu no Distrito Federal com a má formação no lábio e palato, tendo grande parte do seu tratamento realizado no Hospital Regional da Asa Norte. Este estudo mostra as dificuldades encontradas pela criança portadora da malformação, os cuidados necessários no pré e pós-operatório, na realização das cirurgias e os problemas futuros relatados pelos pais da criança. Método: O estudo trata-se de um relato de caso qualitativo e para obter as informações foram utilizados exames, fotos, entrevistas  feitas com o pai e a mãe da criança e uma revisão de literatura como forma de complemento. Resultado: O caso relatado mostra que quanto antes a criança for submetida aos cuidados necessários, melhor será o resultado final dos tratamentos, evitando assim, que essa condição possa causar transtornos maiores para a vida da paciente conforme for crescendo. Conclusão: O trabalho realizado pela equipe multiprofissional em conjunto com a família da criança, são fundamentais para a superação de dificuldades.

Publicado
2019-12-22
Como Citar
1.
Andrade C, Rodrigues M, Santos W. A Importância da Equipe Multiprofissional para a recuperação da criança com fenda labiopalatina. REAID [Internet]. 22dez.2019 [citado 30nov.2020];90(28). Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/512