Relação entre diabetes e sintomas depressivos

Relationship between diabetes and depressive symptoms

Palavras-chave: Morbidade., Epidemiologia;, Sintomas Depressivos;, Diabetes tipo 2, Depressão, Diabetes Mellitus;

Resumo

Objetivo: Relacionar prevalência de depressão associada ao quadro de Diabetes Mellitus tipo 2, de população adulta de cidade do sul de Minas Gerais. Método: Estudo de análise documental, descritivo, retrospectivo de campo, em prontuários físicos/ eletrônicos do e-sus de indivíduos com Diabetes Mellitus tipo 2. Utilizado instrumento com informações sociodemográficas e clínicas relativas ao diabetes e sintomas depressivos. Análise de dados por média, desvio padrão, teste qui-quadrado (p<0,05) e correlação de Pearson (r>0,5). Resultados: Levantados 317 prontuários de indivíduos com diabetes tipo 2 (10,40% da população) e destes, analisados 226 prontuários (30,08%) que apresentaram sintomatologia depressiva correlacionada. Média de idade 63 anos (dp= 5,44), maioria sexo feminino (64,66%), faixa etária 50/70 anos. Sintomas depressivos foram mais prevalentes nas mulheres (31,7%), com renda mensal até dois salários mínimos, 42,08% eram aposentados e 71,68% apresentaram tempo de doença entre 5 a mais de 20 anos. Conclusão: Prevalência de diabetes tipo 2 acima da média nacional em população geral, com elevada prevalência de co-morbidade como o quadro depressivo. Deve-se realizar planejamento e intervenções específicas para a problemática por parte dos gestores municipais. Estudo contribui para revelar situação de prejuízo à saúde que não tinha sido detectado. 

Publicado
2019-12-24
Como Citar
1.
Jorgetto G, Marcolan JF, Jorgetto J. Relação entre diabetes e sintomas depressivos. REAID [Internet]. 24dez.2019 [citado 30nov.2020];90(28). Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/516