Fatores associados à vulnerabilidade da não adesão do distanciamento social de trabalhadores na COVID-19

  • Francisco Mayron Morais Soares Faculdade UNINTA Itapipoca https://orcid.org/0000-0001-7316-2519
  • Kirley Kethellen Batista Mesquita Universidade Federal do Ceará
  • Camilo Hugo Freitas de Andrade Faculdade UNINTA
  • Dayllana Stefanny Lopes Lima Feitosa Universidade de Fortaleza - UNIFOR
  • Tatyane Oliveira Rebouças Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará
  • Patrícia Giselle Freitas Marques Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará
  • Ana Carolina Melo Farias Teixeira
Palavras-chave: Trabalhadores Pobres; Enfermagem; Análise de Vulnerabilidade; Área Programática de Saúde; Infecções por Coronavirus.

Resumo

Objetivo: refletir sobre os fatores associado as vulnerabilidades de diferentes domínios como individual, social e programática de trabalhadores informais e os impactos da não adesão do distanciamento social nesse cenário de pandemia. Método: Estudo Reflexivo overview, que contou com o auxílio de publicações recentes relacionadas a esta proposta, sobretudo de pesquisas realizadas no Brasil e em outros países. Resultados: O estudo permitiu tecer reflexões sobre o impacto da pandemia nos trabalhadores informais associados vulnerabilidades e seus domínios Considerações finais: Esta reflexão pode contribuir para repensar a saúde e segurança e fomentar reflexões críticas acerca da desigualdade social no enfrentamento da pandemia.

Publicado
2020-08-18
Como Citar
1.
Morais Soares F, Mesquita KK, de Andrade CH, Feitosa DS, Rebouças T, Marques PG, Teixeira AC. Fatores associados à vulnerabilidade da não adesão do distanciamento social de trabalhadores na COVID-19. REAID [Internet]. 18ago.2020 [citado 16maio2021];93:e020003. Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/772
Seção
ARTIGO DE REVISÃO