NEM GLAMOUR DOS SUPER HERÓIS, NEM APLAUSOS NAS JANELAS

A realidade vivenciada por enfermeiros na linha de frente de combate à COVID-19 no Brasil

Palavras-chave: Enfermeiros, COVID-19, Equipamento de Proteção Individual, Exaustão Profissional, Reconhecimento Social

Resumo

Objetivo: Refletir sobre a realidade vivenciada por enfermeiros atuantes na linha de frente de cuidado aos doentes e combate à COVID-19, por meio de narrativas (auto)biográficas. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, por meio de narrativas (auto)biográficas, com abordagem qualitativa. Os participantes desta pesquisa foram 76 enfermeiros(as), atuantes na linha de frente de cuidado a pessoas com COVID-19, em todos os Estados brasileiros, sendo que a coleta de dados ocorreu entre 25 de maio e 15 de julho de 2020. As informações coletadas foram submetidas à Análise de Conteúdo, proposta por Bardin. Ademais, para embasar a análise (auto)biográfica foram utilizados os contributos de Boaventura de Sousa Santos e Michel de Certeau. Resultados: Constatou-se que a maioria dos participantes referiu ter acesso aos equipamentos de proteção individual, entretanto com restrição e a partir de protocolos de consecução muito rigorosos e ainda, em quantidade, durabilidade e adequabilidade duvidosos. Quanto ao uso dos recursos recebidos por Estados e Municípios durante a pandemia, verificou-se o posicionamento de enfermeiros(as) que acreditam que os recursos recebidos foram suficientes, mas a aplicações dos mesmos foi inadequada, e concepções de que os pecúlios recebidos não correspondem à necessidade dos serviços de saúde. As falas contidas neste artigo demonstram que os profissionais estão exaustos, desnorteados e clamando por reconhecimento e visibilidade social e profissional. Conclusão: Espera-se que as narrativas aqui exibidas sirvam não apenas para denunciar as péssimas conjunturas vivenciadas, mas para comprovar a importância de se estabelecer melhores oportunidades aos profissionais.

Biografia do Autor

Francidalma Soares Sousa Carvalho Filha, Universidade Estadual do Maranhão

Enfermeira. Doutora em Saúde Pública. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Enfermagem (PPGEnf) da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Mestre em Enfermagem. Docente da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Caxias, Maranhão, Brasil.

Maria Eliete Batista Moura, Universidade Federal do Piauí

Enfermeira. Doutora em Enfermagem pela Escola de Enfermagem Anna Nery da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2001) e Pós-Doutora pela Universidade Aberta de Lisboa - Portugal (2006). Docente do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Teresina, PI, Brasil.

Janderson Castro dos Santos, Faculdade do Vale do Itapecuru

Cirurgião Dentista. Doutor em Saúde Pública. Mestre em Odontologia com área de concentração Endodontia. Docente da Faculdade do Vale do Itapecuru. Caxias, MA, Brasil.

Marcus Vinicius da Rocha Santos da Silva, Centro Universitário Internacional UNINTER

Enfermeiro. Especialista em Docência do Ensino Superior, em Gestão em Saúde e em Auditoria em Saúde. Pós-graduando em Enfermagem do Trabalho pelo Centro Universitário Internacional UNINTER. Enfermeiro Fiscal do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (COREN-PR). Curitiba, Paraná, Brasil.

Iel Marciano de Moraes Filho, Universidade Paulista

Enfermeiro. Mestre em Ciências Ambientais e Saúde. Especialista em Enfermagem do Trabalho. Docente do curso de Enfermagem da Universidade Paulista (UNIP). Goiânia, GO, Brasil.

Franc-Lane Sousa Carvalho do Nascimento, Universidade Estadual do Maranhão

Doutora em Educação. Mestre em Educação. Professora Adjunto I do Departamento de Educação da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) do Centro de Estudos Superiores de Caxias - CESC e Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UEMA. Caxias, MA, Brasil.

Leilane de Sousa Dias, Universidade Estadual do Piauí

Enfermeira. Mestre em Biologia Celular e Molecular Aplicada à Saúde. Docente da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e do Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão (UniFacema). Caxias, Maranhão, Brasil.

Publicado
2021-04-06
Como Citar
1.
Soares Sousa Carvalho Filha F, Batista Moura M, Castro dos Santos J, da Rocha Santos da Silva M, Marciano de Moraes Filho I, Sousa Carvalho do Nascimento F-L, de Sousa Dias L. NEM GLAMOUR DOS SUPER HERÓIS, NEM APLAUSOS NAS JANELAS. REAID [Internet]. 6abr.2021 [citado 16abr.2021];95(34):e-21053. Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/973
Seção
ARTIGO ORIGINAL