CURATIVO DE CLOREXIDINA ASSOCIADO À REDUÇÃO DA INFECÇÃO DE CATETER VENOSO CENTRAL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

  • Thalisson Dheison Alves Cassia Universidade Tiradentes
  • Edielson dos Anjos Costa
  • Daniel Batista Conceição dos Santos
  • Taciana Silveira Passos
  • Gardenia de Oliveira Santos
Palavras-chave: Cateter Venoso central; Clorexidina; antimicrobiano.

Resumo

Introdução: O Cateter Venoso Central (CVC) é amplamente utilizado, principalmente, em pacientes críticos e é por meio deste dispositivo que é ofertado diversos componentes, os quais são fundamentalmente necessários para manutenção e homeostase do organismo. Objetivo: Analisar através da literatura científica a efetividade do curativo impregnado de clorexidina para redução da infecção relacionada a cateter venoso central. Metodologia: Trata-se de um estudo tipo revisão integrativa. Utilizou-se publicações científicas, com recorte temporal de 2007 a 2017. Para a análise descritiva dos resultados, foram preenchidos gráficos e quadros, elaborados por meio do programa Microsoft Office Excel versão 2010. Resultados: Dos artigos incluídos, 57,14% (quatro) foram publicados na base de dados MedLine. Os anos que apresentaram maior prevalência de publicações foram os anos de 2012, 2014 e 2015 com percentual igualmente distribuído. No que se referi aos objetivos dos estudos grande parte abordaram a eficácia do antisséptico clorexidina na redução de microorganismos. Conclusão: Portando, o presente estudo teve como objetivo central, analisar a importância da clorexidina na prevenção das infecções primária da corrente sanguínea associadas a um dispositivo. Desta forma, os estudos analisados demostram uma potencial relação entre o antimicrobiano e a efetiva redução do potencial de desenvolvimento de infecções relacionadas ao CVC.

Publicado
2021-04-12
Como Citar
1.
Alves Cassia T, Costa E, dos Santos D, Passos T, Santos G. CURATIVO DE CLOREXIDINA ASSOCIADO À REDUÇÃO DA INFECÇÃO DE CATETER VENOSO CENTRAL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. REAID [Internet]. 12abr.2021 [citado 16maio2021];95(34):e-21057. Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/984
Seção
ARTIGO ORIGINAL